Notícias e Eventos
Segurança do Trabalho - Dicas do Instrutor
28 / Ago / 2020
O Ato Inseguro é Responsável por 90% dos Acidentes do Trabalho e Doenças Ocupacionais

O Ato Inseguro é Responsável por 90% dos Acidentes do Trabalho e Doenças Ocupacionais

No mundo da Segurança do trabalho o Ato Inseguro é responsável por 90% dos casos dos acidentes de trabalho e/ou doenças ocupacionais, ou seja, o comportamento humano.

Isso tem correspondência com o mundo da psicologia onde nossa consciência representa o nosso saber, tudo o que foi construído com base nas experiencias de vida, sendo as empresas quais já se trabalhou, as funções quais já exerceu-se e, é claro, como lidou com tudo isso através dos principais sentidos: ver, ouvir e sentir. Assim forma-se o saber, ou a capacidade decisória.

Dessa forma gera-se nossa base de dados para tomar decisões conscientes ou inconscientes, que é claro, sempre trarão consequências, sejam elas positivas ou negativas.

Apoiando se na base psicológica ou psicanalítica do ser humano (Sigmund Freud - 1856-1939), é certo que ninguém acorda com a intenção de sofrer acidentes ou desenvolver doenças. No entanto é este caminho que trilham de forma consciente ou inconsciente, por tanto fica a pergunta:

Por quê?

Para responder esta pergunta vamos analisar do ponto de vista Freudiano:

>>> CONSCIENTE = Saber

Representando apenas 5% da nossa capacidade decisória

>>> INCONSCIENTE = Não saber

Representando a parte mais expressiva da nossa capacidade decisória

Nesse sentido, “O SABER” no polo consciente, aqui pode representar o que a pessoa sabe a respeito dos riscos físicos, químicos, biológicos, ergonômicos e de acidentes do trabalho; e de que modo isso pode afetar em curto, médio ou longo prazo sua saúde, integridade física, qualidade de vida e até a própria vida.

Percebe? Apenas os 5% que ela sabe pode ser insuficiente para atingir o objetivo final que é voltar para casa no fim de um dia de trabalho em segurança, com a vida e a saúde preservada e disposto para própria família.

Já o “NÃO SABER” no polo inconsciente, tem efeito mais significante no comportamento e decisões durante o trabalho, e é claro, isso se aplica em todos os setores de nossas vidas.

E aí, é que está o verdadeiro problema! Que deve e merece ser tratado!

Eis a questão, como?

A resposta é simples: Aprendizado, qualificação e capacitação das NR’s – Normas Regulamentadoras, de modo que desenvolva consciência preventiva e hábitos saudáveis aos profissionais que hoje giram essa engrenagem da indústria.

Infelizmente nossa cultura ainda apresenta muita resistência em relação ao conjunto de normas, regras, procedimentos, treinamentos, EPC - Equipamentos de Proteção Coletiva – EPC e em especial a resistência no uso de EPI’s – Equipamentos de Proteção Individual.

A consequência não podia ser outra, se não, um número assustador de acidentes de trabalho que podem ser típicos, de baixa gravidade e alta frequência ou graves e incapacitantes, que podem até mesmo resultar em morte.

No fim, quem paga o preço alto é o próprio acidentado que talvez tenha sido resistente em aceitar os conceitos de segurança e saúde no trabalho, ou pela falta de consciência e prudência sobre o assunto.

Hoje a Segurança do trabalho tem o papel prioritário de conscientizar e não de punir, trabalhando e desenvolvendo cultura comportamental prevencionista alinhada com hábitos prudentes.

Aqui entra a missão da Alfa Safety Treinamentos:

Transformar e desenvolver a cultura comportamental através de treinamentos que atendem as normas vigentes com foco na conscientização integral (Profissional, Saúde, Família e Social), utilizando ferramentas e métodos cognitivos e emocionais, promovendo e potencializando vidas e negócios.

Siga no instagram:

@alfa.safety

Marcio Ramalho Leite - Alfa Safety Treinamentos

Comente essa publicação

Fale Conosco